Seja bem-vindo ao fã site María Gabriela de Faría Brasil, sua maior e única fonte sobre a atriz venezuelana no mundo! Aqui você encontrará informações sobre seus projetos, campanhas e muito mais, além de entrevistas traduzidas e uma galeria repleta de fotos. Navegue no menu abaixo e veja todo o nosso conteúdo. María Gabriela de Faría Brasil é um site sem fins lucrativos que não é afiliado a María Gabriela de Faria, seus agentes, colegas de trabalho ou membros da família. Os direitos autorais de todas as imagens, filmagens e outras mídias pertencem a seus respectivos proprietários, não há intenção de violação de direitos autorais. Esse site é administrado por fãs.

Essa publicação se trata da tradução de um texto escrito por María Gabriela em seu blog oficial.

“O que eu dou, eu dou a mim mesmo. O que eu não dou, eu tiro. Nada para mim que não seja para os outros.”

Os últimos anos da minha vida foram os mais mágicos e os mais desafiadores de todos.

Depois de anos escondendo todas as inseguranças e medos que vivem dentro de mim, eles finalmente escaparam. Eles vieram me desafiar e todo o meu mundo desmoronou.

Não houve sucesso, pessoal ou profissional, que pudesse amolecê-los. O mundo inteiro se tornou um espelho onde eu tive que enfrentar meu reflexo e, um a um, enfrentar meus demônios. Eu tive que me enfrentar.

Eu leio. Eu li de Jodorowsky a Chopra, de Daniel Quinn a Yoganandya, de Mamet à Cabala.

Eu encontrei ioga. Sempre odiei exercícios, mas me forcei a fazê-los para me manter “publicamente aceitável”. Yoga é para meu corpo, mas também para minha alma.

Também descobri muitas coisas sobre mim que me ajudaram a entender e descobrir coisas que tenho escondido, assim como coisas das quais tenho me escondido há muito tempo.

Eu quero viver. Viva com todas as letras do alfabeto e em todas as línguas que puder entender.

Quero respirar com consciência porque agora sei que a qualidade da minha respiração está diretamente relacionada à qualidade da minha própria vida.

Eu quero me mover. Quero fazer do meu corpo são uma oração de gratidão à vida, todos os dias.

Eu quero ver (finalmente). Quero arregalar os olhos e ver tudo o que não queria ver há tantos anos com a ilusão de encontrar beleza em todo esse caos.

Eu quero ouvir tudo. Quero abrir meus ouvidos para receber o canto dos passarinhos que me acordam pela manhã, os miados dos meus gatos que constituem toda a alma da minha casa, as palavras que saem da boca do meu marido e que merecem todo o meu atenção e no final do dia, quero ouvir a mim mesmo.

Quero amar. Amar de verdade e não com a boca para fora como estou acostumada. Quero oferecer meu coração a cada ação e a cada pessoa que encontro, sem medo.

Quero muitas coisas que agora sei que exigem apenas uma coisa de mim: estar absoluta e ininterruptamente presente.

Este blog nasceu da minha vontade de fazer o caminho mais curto para você, mostrando, sem filtros, todos os meus tropeços e acertos. Quero motivá-los, inspirá-los e abrir seus corações com a única condição de que essa relação seja recíproca.

“O QUE EU DOU, EU DOU A MIM MESMO, O QUE NÃO DOU, EU TIRO. NADA PARA MIM QUE NÃO SEJA PARA OS OUTROS”, dizia Jodorowsky.

Vamos caminhar, descobrir-nos e dar aos outros tudo o que queremos para nós.

Obrigada por vir.

DESENVOLVIDO POR lannie d. • SOME RIGHTS RESERVED MARÍA GABRIELA DE FARÍA BRASIL • HOSTED BY FLAUNT NU